6 de setembro de 2016 por
International school

damas

  • Cerca de 3 mil alunos do Recife, Campina Grande, Fortaleza e Maceió terão acesso a primeira plataforma de ensino bilíngue do mundo a utilizar kits LEGO® Education
  • Método inovador vai contemplar os alunos da educação Infantil até Fundamental anos finais

Sempre à frente, indicando tendências em metodologias educacionais, a Rede de Ensino Damas acaba de assinar contrato para adoção do método pioneiro e inovador de ensino bilíngue desenvolvido pela International School. Já a partir de 2016, o International School Bilingual Program, primeiro método de ensino bilíngue do mundo a utilizar em seu material didático os kits LEGO® Education, será empregado nas unidades do Recife, Campina Grande, Fortaleza e Maceió, contemplando cerca de 3 mil alunos desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental anos finais. Uma das mais tradicionais redes católicas de ensino do Brasil, a Rede Damas nasceu no Nordeste, em 1896, com a chegada das irmãs pertencentes à congregação da Madre belga Agathe Verhelle. Hoje, dispõe de 11 escolas localizadas nas regiões Nordeste, Centro Oeste e Sul e é uma referência em ensino de qualidade.

“Estamos alargando o nosso olhar e levando o nosso aluno a explorar o mundo de maneira mais ampla e global. Estamos aqui, porém enxergando o movimento dos grandes centros de educação internacionais e, por isso, queremos oferecer o que há de melhor aos nossos estudantes”, destaca a diretora do Colégio Damas do Recife, irmã Alcilene Fernandes.

“Estamos muito entusiasmados por ter uma rede de ensino com a importância e a credibilidade do Damas adotando o International School Bilingual Program.  A rede está aliando à sua tradição educacional um método singular, que atende de  forma rápida, confiável e efetiva à pressão que existe hoje pelo ensino bilíngue. Eles saem à frente com esta decisão”, afirma Ulisses Cardinot, CEO e sonhador da International School.

O programa bilíngue foi estruturado para oferecer um suporte completo tanto aos alunos e professores, quanto aos gestores escolares. Por isso, além do método e dos kits Lego, a International School proverá às escolas da Rede de Ensino Damas uma estrutura integral de serviços que inclui o auxílio no processo seletivo dos docentes, formação desses professores, implementação do método, suporte à estrutura e metodologia, monitoramento da qualidade e formação continuada. O treinamento dos professores do Damas será iniciado em novembro de 2015 e, durante todo o primeiro semestre de 2016, haverá um coordenador em cada unidade, acompanhando diariamente o processo de implantação.

O Colégio Damas no Recife inicia o próximo ano aplicando o programa bilíngue nas salas de aula da Educação Infantil ao Fundamental anos finais, englobando cerca de 1.800 estudantes. Já o Colégio Santa Cecília de Fortaleza, com aproximadamente 400 alunos no programa bilíngue, implantará em 2016 o programa no Ensino Infantil e, em 2017, nas turmas do Ensino Fundamental. Já os colégios Madalena Sofia de Maceió, com cerca de 500 alunos no programa bilíngue, e o Colégio Imaculada Conceição em Campina Grande, com aproximadamente 150 no mesmo programa bilíngue iniciam 2016 com o programa no Ensino Infantil e Ensino Fundamental anos iniciais. Para atender aos padrões de ensino bilíngue, os alunos terão sua carga horária estendida.

De acordo com Cardinot, esse aumento de carga horária não causará sobrecarga nos alunos, pois a escola ensinará por meio das línguas e não apenas a língua. “A interdisciplinaridade é o grande diferencial para o sucesso do programa. Disciplinas como, matemática, ciências, geografia e robótica irão dialogar com o ensino da língua inglesa”, ressalta.

Para ser desenvolvido, o programa oferecido pela International School levou em conta referências práticas e pedagógicas análogas a métodos de ensino bilíngue avançados e bem sucedidos, utilizados por instituições educacionais europeias, assim como de países como Estados Unidos, Canadá e China. Com o método a criança é submetida a uma imersão na língua inglesa e passa a aprender as disciplinas que compõem o programa curricular em inglês, com a possibilidade de participar de exames para certificação internacional (Cambridge English – FCE até a conclusão do Fundamental II).