Dicas para falar com as famílias

Publicado em: 06/05/2020
Publicado em: 06/05/2020

Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos antes de todo mundo!

5 Dicas para se comunicar melhor com as famílias durante o isolamento

 

Desde que as aulas foram suspensas para ajudar na contenção do Covid-19, escolas de todo o país começaram a desenvolver aulas a distância. Diante desse mais novo desafio, as famílias passaram a ter um lugar ainda mais importante no processo ensino-aprendizagem de seus filhos. Os responsáveis passaram a precisar lidar com a educação dos filhos de uma forma que muitos não estavam preparados, além das dificuldades de conciliar a nova rotina de home office, as tarefas da casa e o tempo demandado para acompanhar as atividades dos filhos.

Em momentos como esse, as famílias podem se sentir desamparadas, por isso, é muito importante que as instituições de ensino mantenham uma comunicação transparente e constante com os responsáveis, trazendo atualizações sobre as notícias que envolvem as escolas, informações sobre saúde, dicas de como manter ou criar uma rotina e, principalmente, informações sobre a nova rotina da escola e das aulas. A construção desse diálogo vai auxiliar na construção de um relacionamento de confiança entre a instituição de ensino e as famílias.

Pensando em formas de ajudar a sua escola a manter um melhor relacionamento com as famílias, separamos algumas dicas e boas práticas que podem te ajudar nesse momento a se comunicar melhor com as famílias.

Cuidado com a quantidade de demandas e atividades que requerem o apoio dos responsáveis

O distanciamento social alterou completamente a forma como as famílias interagem, criando a necessidade de se adaptarem a uma nova realidade que interfere na rotina de trabalho, estudo e de cuidados com a casa. Por isso, é fundamental que as escolas tenham atenção ao que sugerem como atividades. Lembre-se que as famílias estão, neste momento, desenvolvendo diversos papéis ao mesmo tempo, o que inclui atividades que elas nunca haviam realizado antes. Aqui o ponto principal é ter empatia.

Fizemos um artigo dando dicas de como não sobrecarregar os responsáveis, não deixe de conferir.

Cuidado com a forma como passa as informações para as famílias

É muito importante que os responsáveis entendam as informações que a sua escola está enviando, portanto lembre-se sempre de:

  • Evitar termos técnicos ou muito pedagógicos, que não sejam de amplo conhecimento;
  • Evitar mensagens longas;
  • Mandar apenas as informações importantes, para manter suas comunicações sempre relevantes.

Determine quais serão os canais oficiais de comunicação da sua escola

Para garantir que nenhum responsável perca uma comunicação importante, você deve definir qual canal (ou quais) será utilizado de forma oficial pela sua escola. Dessa forma você centraliza as informações e diminui as chances das famílias não conseguirem acompanhar as novidades. Algumas opções que você pode usar são:

  • WhatsApp
  • E-mail
  • Agenda digital da escola
  • Telegram

Sempre que possível, dê preferência a canais escaláveis, ou seja, aqueles em que é possível mandar a mesma mensagem para várias pessoas (diferente do telefone, por exemplo). Isso vai ajudar a economizar tempo da equipe, que poderá focar em outras demandas. Além disso, é importante utilizar meios em que as mensagens  fiquem armazenadas e com fácil acesso caso algum responsável queira rever algum anúncio. 

Por último, não se esqueça de monitorar a eficiência dos formatos (texto, imagem, áudio etc) e canais utilizados: 

  • A mensagem está chegando a quem deveria?
  • As pessoas estão entendendo a mensagem?

Atente-se às redes sociais

As redes sociais são os canais mais utilizados pelos responsáveis para se expressar, desabafar e tirar dúvidas. Lembre-se de sempre olhar os comentários dos posts da sua escola e as mensagens que você recebe por lá, essas informações podem te ajudar a colher insights valiosos sobre os responsáveis e suas possíveis dúvidas. Com isso, você poderá planejar ainda melhor as futuras comunicações.

Peça feedbacks

Ninguém melhor para falar do que as famílias estão sentindo e como elas estão entendendo as suas comunicações do que elas mesmas, certo? Portanto crie momentos de feedbacks, ou até mesmo um canal destinado apenas para isso, e esteja sempre aberto para ouvir o que as famílias têm a dizer. Isso certamente criará pontes e fortalecerá os laços entre vocês.

E você, tem alguma boa prática de comunicação em sua escola? Compartilhe com a gente nos comentários!

Julianna Conventi é Designer Sênior da International School.
Atua no departamento de Marketing como Business Partner do time de Growth, entregando materiais e soluções estratégicas para futuros parceiros. Graduada em Design Gráfico pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) com certificado de Marketing Digital pela Universidade Belas Artes.

E ai, Gostou?
Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos antes de todo mundo!

NO COMMENTS

DEIXE UM COMENTÁRIO